ESTUDO DE ESTABILIDADE DO CORANTE ÍNDIGO CARMIM EM CONDIÇÕES DE DEGRADAÇÃO FORÇADA

  • Fabrício Vieira de ANDRADE Universidade Federal de Minas Gerais; Faculdade Ciências da Vida
  • Élisson Nogueira LOPES Faculdade Ciências da Vida

Resumo

O Índigo Carmim é um corante sintético de cor azul muito utilizado, que tem como característica uma estrutura química estável que lhe confere uma persistência a diferentes meios (GUARALDO; PULCINELLI, 2010). Há vários métodos físicos, químicos e biológicos descritos em literatura para a degradação do Índigo Carmim em meio aquoso, visando o tratamento ambiental. Porém, há poucos trabalhos sobre o estudo da estabilidade do Índigo Carmim. Um estudo de degradação forçada busca testar os limites de estabilidade química da formulação em pesquisa em condições adversas, como fotólise na presença de radiação ultravioleta, hidrólise em meio ácido e básico, oxidação por peróxido de hidrogênio e degradação térmica, objetivando a mineralização a CO2 e H2O. O Índigo Carmim é um corante utilizado na indústria têxtil, como agente de auxílio para diagnóstico médico, aditivo alimentar, excipiente farmacêutico e como indicador em química analítica (VETEC, 2008). Para todas estas aplicações é necessário saber como o Índigo irá se comportar durante o processo de fabricação, o uso ou após descarte. Portanto este trabalho teve como objetivo o estudo em condições de degradação forçada do corante Índigo Carmim. Foram analisadas as influências da variáveis propostas nos testes e o efeito no corante. A concentração final do corante foi quantificada por espectroscopia de ultravioleta. Foi possível com este trabalho estabelecer condições que degradem o corante Índigo Carmim, que facilitem seu tratamento ambiental e elucidação do seu efeito no corpo humano.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##
Doutor em Química Inorgânica pela Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte-MG
##submission.authorWithAffiliation##
Graduando em Biotecnologia pela Faculdade Ciências da Vida, Sete Lagoas-MG

Referências

GUARALDO, T. S. PULCINELLI Influence of particle size on the photoactivity of Ti/TiO, p. 59– 266, 2010.

ROESSLER, A; JIN, X. State of the art Technologies and new electrochemical methods for the reduction of vat dyes. Dyes and Pigments, London, v. 59, p. 223-235, 2003.

VETEC QUÍMICA FINA. Ficha de informação de segurança de produtos químicos- índigo carmim, n. 0000873. 2008.

GUARANTINI, C. C. I.; ZANONI, M. V.; Quim. Nova, v. 23, n. 71, 2000.
Publicado
2016-03-28
Como Citar
ANDRADE, Fabrício Vieira de; LOPES, Élisson Nogueira. ESTUDO DE ESTABILIDADE DO CORANTE ÍNDIGO CARMIM EM CONDIÇÕES DE DEGRADAÇÃO FORÇADA. Revista Brasileira de Ciências da Vida, [S.l.], v. 3, n. 2, mar. 2016. ISSN 2525-359X. Disponível em: <http://jornal.faculdadecienciasdavida.com.br/index.php/RBCV/article/view/80>. Acesso em: 17 ago. 2017.

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

##plugins.generic.recommendByAuthor.noMetric##