ANÁLISE PARASITOLÓGICA DO SOLO DA HORTA EXPERIMENTAL DA FACULDADE CIÊNCIAS DA VIDA DE SETE LAGOAS- MG

  • Lucas Gabriel Vieira Faculdade Ciências da Vida
  • Edina Pires da Conceição Faculdade Ciências da Vida
  • Fernanda Pereira Guimarães Faculdade Ciências da Vida

Resumo

Trata-se de um estudo transversal, descritivo e quantitativo. O estudo foi realizado de julho a setembro de 2017 nas dependências da Faculdade Ciências da Vida (FCV) de Sete Lagoas-MG. Para análise parasitológica foram coletadas cinco amostras de solo correspondente a diversos pontos da horta experimental, incluindo solo da FCV, solo com compostagem produzida na própria FCV e solo com terra vegetal comercial. Foi adotado o método HPJ para análise parasitológica onde foi constatada negatividade para helmintos, ovos, oocistos ou lavras de animais metrozoários ou parasitas. Tais resultados podem ser embasados nas medidas de biossegurança adotadas para o preparo do ambiente de plantio, assim como a estrutura programada para a montagem da horta experimental. Conclui-se que o solo da horta experimental não apresenta risco de contaminação parasitológica dos estudantes e docentes.
PALAVRAS-CHAVE: Análise parasitológica. Solo. Horta experimental
Publicado
2018-03-26
Como Citar
VIEIRA, Lucas Gabriel; CONCEIÇÃO, Edina Pires da; GUIMARÃES, Fernanda Pereira. ANÁLISE PARASITOLÓGICA DO SOLO DA HORTA EXPERIMENTAL DA FACULDADE CIÊNCIAS DA VIDA DE SETE LAGOAS- MG. Revista Brasileira de Ciências da Vida, [S.l.], v. 6, n. Especial, mar. 2018. ISSN 2525-359X. Disponível em: <http://jornal.faculdadecienciasdavida.com.br/index.php/RBCV/article/view/743>. Acesso em: 19 out. 2018.

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

##plugins.generic.recommendByAuthor.noMetric##