Avaliação do uso do omeprazol pelos pacientes do grupo de hipertensos do município de Inhaúma - MG

  • Luciana Ferreira Machado Faculdade Ciências da Vida
  • Ana Fl´via Santos Almeida Faculdade Ciências da Vida

Resumo

A classe dos Inibidores de Bomba de Prótons (IBP) está entre as classes mais prescritas no mundo. Com o objetivo de auxiliar na diminuição da secreção gástrica, muitas vezes estes são recomendados para pacientes que fazem o uso de várias medicações para obter uma proteção estomacal, sendo que o tempo de tratamento deve ser monitorado, pois não há na literatura a indicação por longos períodos. No entanto, alguns autores relatam problemas associados ao uso dos Inibidores de Bomba de Prótons como o desenvolvimento de hipergastrinemia, o risco de fratura de quadril, hiperplasia e tumores carcinoides em animais, deficiência de vitamina B12, pneumonia e risco de infarto do miocárdio. Dessa forma, o objetivo deste estudo é avaliar os fatores que influenciam o uso inadequado e prolongado do Omeprazol por pacientes do grupo de Hipertensos do município de Inhaúma-MG, acompanhados periodicamente pelos profissionais de saúde da Estratégia de Saúde da Família do município. Foi realizada uma pesquisa utilizando para coleta de dados um questionário semiestruturado. Neste estudo realizado com 35 usuários ou não de Omeprazol, foi identificado que a maioria dos pacientes faz a administração correta (90%), sendo que 67% realizaram Endoscopia Digestiva para confirmação do diagnóstico. Adicionalmente foi constatada a porcentagem de prescrições de “uso continuo” representou 77% da amostra e ao analisar as possíveis interações medicamentosas, identificaram-se interações de gravidade moderada, as quais necessitam de uma monitoração da terapia. Ao questionar sobre qual profissional orienta o paciente quanto ao uso do medicamento, o médico aparece como resposta da maioria. O profissional farmacêutico integrado a equipe multidisciplinar, pode contribuir para um melhor acompanhamento dos pacientes, orientando quanto ao uso correto não só do Omeprazol, mas de outras terapias medicamentosas, auxiliar no treinamento e informação dos profissionais de saúde envolvidos.
Publicado
2018-04-06
Como Citar
MACHADO, Luciana Ferreira; ALMEIDA, Ana Fl´via Santos. Avaliação do uso do omeprazol pelos pacientes do grupo de hipertensos do município de Inhaúma - MG. Revista Brasileira de Ciências da Vida, [S.l.], v. 6, n. 3, abr. 2018. ISSN 2525-359X. Disponível em: <http://jornal.faculdadecienciasdavida.com.br/index.php/RBCV/article/view/677>. Acesso em: 23 abr. 2018.

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

##plugins.generic.recommendByAuthor.noMetric##