A SIGNIFICAÇÃO DO CÂNCER A PARTIR DA EXPERIÊNCIA SUBJETIVA DE IDOSOS COM ESSA ENFERMIDADE

  • Camila Aparecida Luiz Ramos Faculdade Ciências da Vida
  • Flávia Carvalho Barbosa

Resumo

Com o envelhecimento populacional, o risco de desenvolvimento de doenças como câncer tem aumentado para a classe idosa, por consequência de vários fatores. Este estudo teve como objetivo investigar a significação que o idoso com câncer atribui ao adoecimento e ao tratamento de sua enfermidade. Para tal, foi realizado estudo de caso com três idosos da cidade Sete Lagoas MG, que participaram de entrevista semiestruturada, sendo que os dados foram avaliados por meio de análise de conteúdo. Dos três idosos, dois eram do sexo feminino com diagnóstico de câncer de mama e um do sexo masculino com câncer de próstata. A partir dos resultados encontrados, foram organizadas quatro categorias: Experiência subjetiva com o câncer; Doença com poucas perspectivas de cura; Perdas, mutilação e estética; Estratégias de enfretamento. A significação pelo adoecimento por câncer se apresenta de maneira subjetiva para cada indivíduo, dependendo de fatores intrínsecos. O câncer é uma doença que atinge em contexto biopsicossocial e espiritual, devido à influência do câncer na vida de seu acometido, o que leva ao desenvolvimento de estratégias de enfrentamento da doença, ligadas ao suporte familiar, fé e apoio de profissionais. Sugerem-se novos estudos acerca do câncer em idosos, visto que é uma temática presente na população nos dias atuais.
Publicado
2017-12-14
Como Citar
RAMOS, Camila Aparecida Luiz; BARBOSA, Flávia Carvalho. A SIGNIFICAÇÃO DO CÂNCER A PARTIR DA EXPERIÊNCIA SUBJETIVA DE IDOSOS COM ESSA ENFERMIDADE. Revista Brasileira de Ciências da Vida, [S.l.], v. 6, n. 1, dez. 2017. ISSN 2525-359X. Disponível em: <http://jornal.faculdadecienciasdavida.com.br/index.php/RBCV/article/view/391>. Acesso em: 16 ago. 2018.

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

##plugins.generic.recommendByAuthor.noMetric##