A Elaboração da Perda Gestacional

Transformando Sofrimento em Testemunho

  • Isabela Pereira Viveiros da Silva Faculdade Ciências da Vida
  • Lucas De Avelar Rodrigues

Resumo

O presente estudo objetiva analisar os possíveis efeitos que ato de testemunhar a própria história pode suscitar na elaboração psíquica da perda gestacional. Para tanto, foi preciso descrever o trabalho psíquico realizado durante o período de gestação e após a perda gestacional; e estudar sobre o conceito de elaboração psíquica na psicanálise. A metodologia empregada foi uma pesquisa bibliográfica a partir de referenciais teóricos da psicanálise e um estudo de caso qualitativo de natureza exploratória, no qual através da entrevista semiaberta em profundidade foi entrevistada uma mulher que vivenciou a perda gestacional. Os dados coletados foram analisados mediante o estudo de caso psicanalítico. Os resultados demonstram que o ato de testemunhar a própria história possibilita que o indivíduo crie na repetição uma nova história, transformando o excesso de estímulos da perda gestacional em atos criativos de vida.   
Publicado
2017-12-14
Como Citar
SILVA, Isabela Pereira Viveiros da; RODRIGUES, Lucas De Avelar. A Elaboração da Perda Gestacional. Revista Brasileira de Ciências da Vida, [S.l.], v. 6, n. 1, dez. 2017. ISSN 2525-359X. Disponível em: <http://jornal.faculdadecienciasdavida.com.br/index.php/RBCV/article/view/385>. Acesso em: 26 maio 2018.

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

##plugins.generic.recommendByAuthor.noMetric##