CONTRIBUIÇÕES DA PSICOLOGIA NO PREPARO DOS ENVOLVIDOS EM PROCESSOS DE ADOÇÃO TARDIA

  • Gláucia Figueiredo dos Reis Faculdade Ciências da Vida
  • Ana Cláudia da Silva Junqueira Burd Faculdade Ciências da Vida

Resumo

Este estudo objetiva descrever as contribuições da psicologia na preparação dos envolvidos em processos de adoção tardia, respondendo ao seguinte questionamento: como a psicologia pode contribuir na preparação dos envolvidos nestes processos? Para tal foi realizado estudo de um caso específico de adoção de três irmãs. Admite-se para tal o método de pesquisa qualitativa descritiva realizada por meio de observação participante e relato de experiência da psicóloga judicial que conduziu o referido processo e atua no Juizado da Infância e Juventude, no Fórum de Sete Lagoas, MG. Os dados gerados pela pesquisa foram mensurados através de análise de conteúdo e produziram as seguintes categorias: (I) preparação psicológica dos casais adotantes; (II) preparação psicológica das crianças adotadas; (III) especificidades, limites e desafios da atuação do psicólogo judicial: Tempo subjetivo versus tempo jurídico. A relevância da pesquisa se sustenta no pressuposto de que a falta de preparo psicológico dos envolvidos em processos de adoção tardia pode ser determinante e acarretar futuras “devoluções” das crianças/adolescentes adotados infligindo a estes o sofrimento psíquico da rejeição. Conclui-se que, a formação de parcerias e trabalho em rede, disponibilidade para atender as demandas que se apresentavam para além da psicologia, acompanhamento dos trâmites legais e a valorização das peculiaridades subjetivas da história de vida de cada indivíduo, foram os diferenciais na atuação da psicóloga judicial frente às exigências de um contexto demarcado pelo rigor legal.
 
PALAVRAS-CHAVE: Psicólogo jurídico. Adoção tardia. Preparação psicológica.
Publicado
2017-12-15
Como Citar
DOS REIS, Gláucia Figueiredo; BURD, Ana Cláudia da Silva Junqueira. CONTRIBUIÇÕES DA PSICOLOGIA NO PREPARO DOS ENVOLVIDOS EM PROCESSOS DE ADOÇÃO TARDIA. Revista Brasileira de Ciências da Vida, [S.l.], v. 6, n. 1, dez. 2017. ISSN 2525-359X. Disponível em: <http://jornal.faculdadecienciasdavida.com.br/index.php/RBCV/article/view/381>. Acesso em: 26 maio 2018.

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

##plugins.generic.recommendByAuthor.noMetric##