A MULHER E A DEPENDÊNCIA AFETIVA

LAÇOS DE AMOR QUE CAUSAM DOR

  • Priscila Pereira Da Silva Faculdade Ciências da Vida
  • Laura Freire de Andrade

Resumo

A dependência afetiva pode ser definida como uma relação amorosa em que o objeto de amor é tomado como insubstituível e fonte exclusiva de satisfação. A presente pesquisa pretendeu compreender os efeitos psicossociais experenciados por mulheres dependentes afetivamente de seus parceiros nos seus relacionamentos amorosos. Como principais questões objetivou-se identificar as mudanças comportamentais e as características emocionais apresentadas por mulheres com dependência amorosa, além de analisar como essas mulheres aderem ao tratamento psicoterápico. Este estudo é de natureza descritiva e tem finalidade qualitativa. A coleta de dados foi realizada através de uma entrevista em plataforma virtual, contendo questões abertas sobre o tema em questão. Foram utilizados quatro entrevistas com mulheres residentes na cidade de Sete Lagoas – MG, com idades entre 21 e 30 anos. Após a análise de resultados obtidos pela entrevista, constatou-se que mulheres dependentes exercem uma relação de insegurança com seu parceiro, suportando agressões, tanto físicas quanto psicológicas, baixa autoestima, descontrole emocional podendo desenvolver algum tipo de transtornos como quadros depressivos. A partir das entrevistas, concluiu-se que as mulheres entrevistadas possuem dificuldade em aceitar que são dependentes e, portanto, apresentam resistência em aderir ao tratamento psicoterápico. Além disso, foi possível concluir que a dependência afetiva é um fator de sofrimento na vida das mulheres dependentes. A pesquisa não pretendeu esgotar as reflexões sobre o tema, ao contrario, buscou trazer à tona o tema ao publico acadêmico e leigo sobre os problemas oriundos da dependência, possíveis formas de tratamento para que se torne possível relações afetivas mais saudáveis.
 
Palavras – chave: Dependência afetiva; Amar Demais; Psicoterapia.
Publicado
2017-12-14
Como Citar
SILVA, Priscila Pereira Da; ANDRADE, Laura Freire de. A MULHER E A DEPENDÊNCIA AFETIVA. Revista Brasileira de Ciências da Vida, [S.l.], v. 6, n. 1, dez. 2017. ISSN 2525-359X. Disponível em: <http://jornal.faculdadecienciasdavida.com.br/index.php/RBCV/article/view/351>. Acesso em: 22 fev. 2018.

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

##plugins.generic.recommendByAuthor.noMetric##