A INFLUÊNCIA DA MÍDIA NO CONSUMO DE MEDICAMENTOS POR IDOSOS EM UMA DROGARIA NA CIDADE DE PARAOPEBA-MG

  • Ana Paula Carneiro de Oliveira Rocha Faculdade Ciências da Vida
  • Bruno Carnevale Miceli

Resumo

Atualmente, a automedicação é um problema de saúde mundial. São vários fatores que levam uma pessoa a se automedicar, e observa-se que a faixa etária mais propensa a essa ação são os dos idosos, fator agravado pelo crescente aumento na expectativa de vida da população. Assim, as pessoas com mais de sessenta anos de idade se automedicam com mais frequência justamente porque tendem a ficar mais doentes com o avanço da idade e devido à dificuldade de acesso aos serviços de saúde, buscando então automedicação. Consequentemente, a indústria farmacêutica é uma das grandes beneficiadas desta situação, investindo quantias significativas em marketing de medicamentos. A partir disso, o estudo a seguir foi realizado com o objetivo de caracterizar sobre o consumo de medicamentos por idosos vinculados à mídia, numa drogaria na cidade de Paraopeba-MG. Foi realizada uma entrevista com 30 pacientes/clientes com idade entre 60 e 80 anos no período de 01 a 15 de abril de 2017. Segundo os resultados, foi possível avaliar que 90% dos entrevistados já se automedicaram, sendo que 63,33% já fizeram uso de medicamentos influenciados pela mídia, mesmo sendo portadores de doenças crônicas. Tais fatores justificam o crescimento do consumo de MIPS e a elevação do índice da automedicação praticada por idosos no Brasil.
 
Publicado
2017-12-14
Como Citar
CARNEIRO DE OLIVEIRA ROCHA, Ana Paula; MICELI, Bruno Carnevale. A INFLUÊNCIA DA MÍDIA NO CONSUMO DE MEDICAMENTOS POR IDOSOS EM UMA DROGARIA NA CIDADE DE PARAOPEBA-MG. Revista Brasileira de Ciências da Vida, [S.l.], v. 5, n. 5, dez. 2017. ISSN 2525-359X. Disponível em: <http://jornal.faculdadecienciasdavida.com.br/index.php/RBCV/article/view/338>. Acesso em: 24 jan. 2018.

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

##plugins.generic.recommendByAuthor.noMetric##