ASPECTOS BIOPSICOSSOCIAIS DOS FAMILIARES DO PRATICANTE DE EQUOTERAPIA

  • Josiane de Souza Nascimento Faculdade Ciências da Vida
  • Valcir Marcilio Farias

Resumo

A Equoterapia é reconhecida pelo conselho federal de medicina como método científico terapêutico de reabilitação. Esse método proporciona as pessoas com deficiências uma melhora significativa nas limitações e no desenvolvimento biopsicossocial. Porém, como a pessoa com deficiência praticante de equoterapia depende de seus familiares durante a reabilitação, os aspectos biopsicossociais familiares podem interferir nesse processo. Assim, este artigo buscou identificar os aspectos biopsicossociais dos familiares dos praticantes de equoterapia com idade compreendida entre 25 a 56 anos, de ambos os sexos de um Centro de Assistência Social na cidade de Paraopeba - MG. A abordagem escolhida foi à psicologia sistêmica, que através da terapia familiar pode inserir a família dos praticantes neste ambiente equoterapeutico com varias formas de atuações. Deste modo, foi feita uma pesquisa qualitativa de natureza exploratória descritiva, com entrevistas norteadoras com 10 perguntas estruturadas e não estruturadas, utilizando-se como método de análise a análise de conteúdo. Os resultados encontrados apontam para diversos aspectos, que foram divididos em categorias afetivas, biológicas e sociais com manifestações de culpa, raiva, angústia e luto, em maior parte dos relatos uma superproteção e negligencia do autocuidado, que evidenciou a maximização da deficiência dos praticantes de equoterapia. A conclusão deste artigo trouxe uma melhor compreensão dos aspectos peculiares que cada familiar enfrenta, evidenciando a necessidade discutir as formas de atuações da psicologia sistêmica, para que se possa estender o tratamento Equoterapêutico aos familiares, e assim potencializar as habilidades não só do praticante como de todos da estrutura familiar.
Publicado
2017-07-11
Como Citar
NASCIMENTO, Josiane de Souza; FARIAS, Valcir Marcilio. ASPECTOS BIOPSICOSSOCIAIS DOS FAMILIARES DO PRATICANTE DE EQUOTERAPIA. Revista Brasileira de Ciências da Vida, [S.l.], v. 5, n. 3, jul. 2017. ISSN 2525-359X. Disponível em: <http://jornal.faculdadecienciasdavida.com.br/index.php/RBCV/article/view/264>. Acesso em: 17 nov. 2017.

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

##plugins.generic.recommendByAuthor.noMetric##