O DILEMA DA SOCIABILIDADE EM JOGOS VIRTUAIS

CAUSAS DA BUSCA DE REFÚGIO NO MUNDO DOS JOGOS VIRTUAIS PARA JOVENS COM IDADE ENTRE 18 E 21 ANOS.

  • Paulo Eduardo Fernandes Valeriano Faculdade Ciências da Vida
  • Barbara Gonçalves Mendes

Resumo

Esta pesquisa, teve como objetivo compreender as relações estabelecidas em jogos virtuais, entre os jogadores e com o jogo. Como principais questões, objetivou-se destacar pontos positivos e negativos encontrados nos jogos virtuais, relacionados à aspectos da vida destes jogadores, exaltando as causas da busca por esses jogos, e o que os tornam tão atrativos, a ponto de manter os jogadores por diversas horas consecutivas online. Para tanto, foi utilizado um questionário virtual auto-aplicado, contendo questões de múltipla escolha e questões abertas. Foram respondidos 43 (quarenta e três) questionários, e os jogadores que colaboraram com a entrevista estavam dentro da faixa etária estabelecida pelo pesquisador: entre 18 a 21 anos. Após a análise dos resultados obtidos pelo questionário, constatou-se que o jogo ocupa diversos papéis na vida destes jogadores. Alguns exemplos dessa importância são: a busca de novos vínculos, a evasão do cotidiano ou fuga da realidade, a busca por reconhecimento e, por fim, a realização pessoal. Como relevância da investigação, o estudo contribui para uma visão mais ampla sobre os jogos virtuais, evidenciando os diversos pontos em que o jogo exerce função importante na vida destes participantes. Como sugestões para futuras pesquisas, indica-se uma investigação mais detalhada acerca da representação de papéis exercidos dentro dos jogos virtuais, em que há a realização de diversas vontades dos sujeitos, tomando como base às vezes dos diversos atores envolvidos neste contexto.
Palavras-chave: Jogos virtuais; Fuga da realidade; Interação social.
Publicado
2017-07-17
Como Citar
VALERIANO, Paulo Eduardo Fernandes; MENDES, Barbara Gonçalves. O DILEMA DA SOCIABILIDADE EM JOGOS VIRTUAIS. Revista Brasileira de Ciências da Vida, [S.l.], v. 5, n. 3, jul. 2017. ISSN 2525-359X. Disponível em: <http://jornal.faculdadecienciasdavida.com.br/index.php/RBCV/article/view/185>. Acesso em: 21 set. 2017.

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

##plugins.generic.recommendByAuthor.noMetric##